Seu portal de fofoca

4 ex-BBBs já morreram e você provavelmente não sabia

Desde sua estreia em 2002, o Big Brother Brasil (BBB) tem mantido milhões de telespectadores ligados em suas TVs, proporcionando entretenimento e, às vezes, revelando tragédias que passam despercebidas pelo grande público.

Enquanto estão dentro da casa, os competidores estão proibidos de se comunicar com familiares e amigos, acessar notícias por meio de jornais ou celulares, e utilizar qualquer meio para obter informações externas. Ligações telefônicas, correspondências por carta ou e-mail, televisão, rádio, tudo isso é vetado. O contato com o mundo exterior ocorre principalmente por meio dos bate-papos com outros participantes e as visitas especiais de convidados, como cantores, atores e apresentadores da Rede Globo.

Ao longo dos anos, o programa teve diferentes apresentadores, incluindo Pedro Bial, Tiago Leifert, e atualmente, Tadeu Schmidt. Marisa Orth também esteve ao lado de Bial na primeira edição do BBB em 2002.

Até 2022, o programa já contou com 22 temporadas, sendo que apenas as duas primeiras ocorreram no mesmo ano, durante o ano de estreia. Essa rápida sucessão entre as temporadas inicialmente cativou o público, consolidando o programa como um fenômeno duradouro na televisão brasileira.

Saiba ex-bbbs que já morreram

image 40

O ex-participante do BBB André Almeida, conhecido como Caubói, faleceu em 2011 aos 37 anos, vítima de um assassinato não resolvido em sua chácara. Josy Oliveira, psicóloga e cantora da nona edição, morreu em setembro de 2020 aos 43 anos, após complicações durante uma cirurgia para tratar um aneurisma. Edílson Buba, empresário da quarta edição, faleceu em 2006 aos 34 anos, devido a um câncer abdominal. Norberto Carias dos Santos, conhecido como Vô Nonô na nona edição, morreu em 2017 aos 72 anos, também devido a um câncer.

Deixe uma resposta

Seu endereço de email não será publicado.