Seu portal de fofoca

Dani Suzuki denuncia racismo durante período na Globo

A atriz Danni Suzuki revelou que sofreu racismo nos bastidores da Globo. Foi durante entrevista ao podcast Tá Benito, da jornalista Isabele Benito, que a modelo relembrou a época em que atuou na série Sandy & Junior, que foi ao ar de 1999 a 2002 na emissora.

Na época, Danni Suzuki recebia um cachê de apenas R$ 1.500 – um valor muito abaixo quando comparado aos demais colegas de elenco. “Em Sandy & Junior, o meu salário era menor do que todo mundo do elenco porque eu era japonesa. E eles não tinham o menor problema de falar isso pra mim”, declarou.

Hoje com 46 anos, Danni Suzuki afirma que era de conhecimento geral seu salário ser o menos da equipe. Apesar disso, nada foi feito já que, segundo ela, “não tinha essa história: ‘isso é racismo’“. Além de Sandy & Junior, a atriz também viveu a personagem Miyuki, que fez sucesso em Malhação.

Danni Suzuki revela problemas com papéis

Sobre os problemas salariais, Suzuki faz um balanço sobre até hoje mulheres ganharem menos no mercado. “Agora que isso está mudando. Além de eu ser mulher, eu era japonesa… Hoje eu sei que isso era uma questão [de racismo]. Na época, imagina! Isso era absolutamente normal. Então, qual era meu trabalho? Cavar novos trabalhos que não fossem para japonesa”.

Contudo, não foi fácil para a atriz conseguir novos trabalhos. “Toda vez que eu ia negociar salário, eles falavam assim: ‘Danni, não sabemos quando você vai trabalhar de novo, o seu perfil não é um perfil escalado‘”, relembrou.

Há alguns anos, em entrevista ao UOL, Danni Suzuki afirmou que não pretende voltar a fazer novelas. “Depois de 20 anos na Globo já vivi tudo o que eu gostaria, cheguei onde queria chegar. Tenho muita vontade de me ampliar para a área de direção”.

Deixe uma resposta

Seu endereço de email não será publicado.