Seu portal de fofoca

Ludmilla e Ana Castela viram alvos de investigação do Ministério Público; saiba motivo

As cantoras Ana Castela e Ludmila estão atualmente sob investigação do Ministério Público Federal devido a possíveis danos ambientais.

A gravação do projeto “Agroplay Verão 2” ocorreu em um imóvel de luxo construído de maneira irregular na região da Ponta do Sapê, uma Área de Proteção Ambiental no estado do Rio de Janeiro.

O projeto conta com a participação de artistas consagrados, com as gravações realizadas entre os dias 11 e 14 de setembro, em Angra dos Reis.

Investigação do Ministério público delimita alvo em Ludmilla e Ana Castela

O Ministério Público Federal solicita uma liminar com o objetivo de proibir imediatamente a exploração comercial da propriedade em questão.

Além disso, o MPF busca suspender a divulgação do conteúdo produzido no local e reter os caches pagos aos artistas por suas apresentações no mesmo local.

Essas medidas visam compensar os danos ambientais causados ​​pela propriedade e pelo evento. Outros artistas, como Luan Pereira, Lucas Medeiros e a dupla Guilherme e Benuto, que também participaram do projeto, estão incluídos no escopo da investigação.

Conforme informações do portal Metrópoles, a intenção é direcionar os valores retidos para projetos de recuperação ambiental.

Deixe uma resposta

Seu endereço de email não será publicado.