Seu portal de fofoca

URGENTE: Templos religiosos somam muito mais número do que imóveis destinados a saúde e educação no país

O Brasil possui mais templos religiosos do que instituições de ensino e saúde ao longo do seu território. Os dados foram divulgados na última sexta-feira (2), por meio do Instituto Brasileiro de Geografia e Estatística (IBGE), com o levantamento do Censo 2022.

A pesquisa mostra que existem 579,8 mil imóveis direcionados para religião, enquanto apenas 264 mil locais são instituições de ensino. Para saúde, o número é ainda menor: 247 mil estabelecimentos. Para se ter noção, apenas no Amazonas e em Rondônia a proporção de espaços religiosos e locais de ensino e saúde é praticamente o dobro: 19.134 e 7.670, respectivamente contra 9.790 e 3.820.

Os dados ainda mostram que São Paulo, Piauí e mais três estados do sul são os únicos que a soma de estabelecimentos de ensino e saúde supera o de centros religiosos. O Censo 2022 ainda revelou que mais de 3,5 milhões de imóveis estão em construção no Brasil. Essa, inclusive, é a primeira vez que o IBGE divulga coordenadas geográficas das espécies de endereços, afim de acompanhar a evolução de coleta de informações.

Maior parte do Brasil se declara parda

Outro dado importante trazido pelo Censo 2022 foi que, pela primeira ve desde 1991, a maior parte do Brasil se declara parda. Ao todo, 92,1 milhões de pessoas se declararam pertencentes à essa cor, o que equivale a 45,3% da população brasileira.

Até então, esse contingente não superava a população branca ao longo dos anos. Para além disso, 20,6 milhões se declaram pretas (10,2%), enquanto 1,7 milhões se identificam como indígenas (0,8%)0 e 850,1 mil se declaram amarelas (0,4%). Comparado com o ano de 2010, por exemplo, a população preta no Brasil aumentou 42,3%, ao passo que a população branca diminuiu de 47,7% para 43,5% em 2022.

Se tratando de regiões, a população parda surgiu com mais força na região Norte do pais (67,2%), seguida do Nordeste (59,6%) e Centro-Oeste (52,4%). A população preta também demonstrou o maior percentual no Nordeste (13,0%).

Deixe uma resposta

Seu endereço de email não será publicado.